Busca

Música Esparsa

ZIRIGDANSK – NO SILÊNCIO DA CANÇÃO

Em entrevista à Fundação Cultural de Curitiba, o poeta Marcelo Sandmann explicou o significado do nome da banda ZiriGdansk: “Fazer música popular brasileira a partir de Curitiba, diante de tantas cenas e eixos com tradições consolidadas e ritmos dos mais originais, será sempre um desafio. E esse desafio terá de dar conta do riquíssimo veio afro-mestiço-brasileiro (o lado “ziriguidum” da coisa), associado à peculiar formação da região, que em muito contrasta com o restante do país (daí o topônimo polonês “Gdansk”)”. Continuar lendo “ZIRIGDANSK – NO SILÊNCIO DA CANÇÃO”

LA DELIO VALDEZ: SOM LATINO ‘HECHO EN ARGENTINA’

Seção Platinidades, por Chico Cougo

Em 2009, treze jovens músicos bonaerenses e apaixonados pelos ritmos tropicais colombianos, peruanos e mexicanos organizaram uma orquestra no mínimo curiosa. Em busca de um som tradicional, mas próprio, em um país que criou sua própria onda tropical, eles se lançaram ao desafio de constituir uma orquestra “típica” de cumbia. Através de muita pesquisa, horas sem fim de ensaio e uma recorrida por temas que agitaram a parada de sucessos dos países onde a cumbia nasceu, nos anos 50 e 60, nascia La Delio Valdez. Continuar lendo “LA DELIO VALDEZ: SOM LATINO ‘HECHO EN ARGENTINA’”

JUAN PÉREZ – ARDE MARTE

No hay velo sobre el deseo que disimule su instinto.

A bela imagem acima, de Yasnaia Gayá, ilustra o primeiro álbum solista do músico argentino Juan Pérez, um conjunto de canções que viajam pelo fantástico e pelo onírico tomando o indie pop como principal meio de transporte. Continuar lendo “JUAN PÉREZ – ARDE MARTE”

PLATINIDADES, SONS ESPARSOS AO SUL DO MUNDO

Por Chico Cougo

O Música Esparsa certamente existiria sem minha colaboração, mas ter assistido e participado de seus inícios, no retorno de um show, na mui distinta Porto Alegre de 2009, me faz dele um padrinho. O pai da criança, Icaro Bittencourt, além de um sobrevivente nisso que chamamos um dia de blogosfera (e que, acreditem, já foi grande), é dileto amigo de sempre e aqui mesmo já publicamos algumas “tabelinhas” juntos [confiram, por exemplo, as postagens sobre Cintia Barrionuevo e Lucio Arce]. Continuar lendo “PLATINIDADES, SONS ESPARSOS AO SUL DO MUNDO”

XQUINAS – LONDON SESSIONS

Durante o ano de 2016, diversas apresentações do grupo XQuinas no London Pub & Bistrô, em Porto Alegre, deram origem ao mais recente registro fonográfico da banda, gravado ao vivo e repleto da vibração do excelente time de instrumentistas formado por Marcelo Corsetti (guitarra), Luke Faro (bateria), Matheus Kleber (acordeon e piano) e Lucas Esvael (baixo elétrico). Continuar lendo “XQUINAS – LONDON SESSIONS”

CONVERSA ESPARSA COM CARMEN CORREA

Para finalizar o ano de maneira especial, o Música Esparsa convida a todos para conhecerem o álbum Do Outro Lado, da cantora e compositora Carmen Correa (na imagem acima, em registro de Fabrício Simões), lançado há menos de um mês e que traz um conjunto de belas e instigantes canções. Continuar lendo “CONVERSA ESPARSA COM CARMEN CORREA”

RODRIGO NASSIF QUARTETO – MAR DE DENTRO

Depois do excelente álbum Todos os dias serão outono, o Rodrigo Nassif Quarteto (acima, na fotografia de Luiza Castro) lança mais um conjunto de preciosos temas no EP Mar de Dentro. Continuar lendo “RODRIGO NASSIF QUARTETO – MAR DE DENTRO”

FIRMA – Coletivo de Bandas e Ações Autênticas

Na primeira vez que fui ao Inconsciente Coletivo, na sétima edição, conheci o excelente trabalho da Tatiana Cobbett e do Marcoliva, que ganharam espaço no Música Esparsa e também se tornaram parceiros do blog em apresentações em São Francisco do Sul. Continuar lendo “FIRMA – Coletivo de Bandas e Ações Autênticas”

RODRIGO DUARTE – ZÊNITE

Chegando em noites claras
Na primavera, na existência…
Portas dormindo abertas
O sul à tua espera há de estar

Nestes tempos em que o Sul é mais uma vez apropriado por discursos etnocêntricos, nada melhor do que reencontrar este espaço-tempo simbólico em duas das dimensões mais humanistas que a arte nos legou: a poesia e a canção. Desta vez, quem nos convida para este reencontro é o cantor e compositor Rodrigo Duarte, com o seu disco Zênite. Continuar lendo “RODRIGO DUARTE – ZÊNITE”

Acima ↑