Foi uma experiência maravilhosa assistir ontem o espetáculo Yá-lé de Karine da Cunha e Bethy Krieger no Teatro do Cultural. As duas excelentes artistas demonstraram seus talentos ao interpretarem um repertório baseado em canções que tematizam o universo feminino.

Com Bethy no piano e Karine na voz e na percussão, o show mostrou músicas brasileiras consagradas, como Faceira (Ary Barroso) e Rosa (Pixinguinha), além das belíssimas canções compostas pela própria Karine, como Água de cheiro, Yá-lé, Estrela, Lagoa de Oxum (do álbum Epahei), entre outras.

Créditos da foto: Luciana Lee
Créditos da foto: Luciana Lee

O show foi impecável, valorizado pela preparação bem cuidada do figurino e da percussão por Karine, pela  iluminação de Antonio Osório da Rocha e pela interpretação bela e precisa de Bethy ao piano (que incluvise tocou Chacarera para Raul, do seu álbum Pampa y piano). Momentos especiais foram as performances de Rosa, Essa mulher (Joyce), Mercedita (Belmonte/Amaraí), Cunhãs (composição de Karine formada por vários nomes de mulheres) e Bichinho mulher (também de Karine).

E o Yá-lé percorre esta semana ainda as cidades de São Leopoldo, (04/11) Montenegro (05/11) e Caxias do Sul (06/11). Depois disso, Karine da Cunha apresenta-se ao lado de Marcus Bonilla na Feira do Livro de Porto Alegre, sábado (07/11) às 20h na Tenda de Pasárgada, com poemas musicados pela artista, como Bilhete de Mário Quintana.

Portanto, não percam a próxima oportunidade de conhecer o trabalho de Karine e de seus companheiros de palco, seja Bethy Krieger ou Marcus Bonilla. Abaixo um vídeo com a interpretação de Cunhãs na Livraria Cultura.

Saudações musicais!

Anúncios