Belo, emocionante, surpreendente. Essas são algumas das características do ótimo show Xaxados e Perdidos, apresentado por Simone Rasslan, Álvaro Rosa Costa e Roberto Chedid na 55ª Feira do Livro de Porto Alegre.

O auditório Barbosa Lessa do Centro Cultural Érico Veríssimo presenciou na última segunda-feira (9 de novembro) um desfile de canções muito bem arranjadas e interpretadas pelos músicos do show. O repertório, verdadeiramente garimpado dentro da tradição cancioneira do Brasil, apresentou canções de autores anônimos, compositores raros para nós como Tavinho Moura e mais conhecidos como Tom Zé.

Xaxados_m
Roberto Chedid, Álvaro Rosa Costa, Simone Rasslan

A afinidade entre Simone, Álvaro e Roberto foi transmitida de forma entusiasmante para a platéia que, como eu, deve ter se impressionado com a qualidade do trabalho dos três. O bonito cenário do espetáculo, a iluminação e o som de Fernando Uchôa sempre muito competentes e a participação do Coral do Colégio Santa Rosa de Lima, espalhado entre o público, deram um toque especial ao show.

Assim, Xaxados e Perdidos confirma a atual fase de ótimos shows feitos aqui em Porto Alegre, como por exemplo, só para citar alguns, A Mulher de Oslo (Vanessa Longoni), Yá-lé (Karine da Cunha e Bethy Krieger), Realidade Paralela (Vanessa Longoni, Marcelo Corsetti, Angelo Primon, Luke Faro), Sambô (Renata Adegas), Cidade Baixa (Fausto Prado e Caetano Silveira).

Para matar a cuiriosidade de quem não foi no show até o próximo que houver, dois vídeos com uma amostra da beleza do Brasil mostrado por Xaxados e Perdidos da Simone Rasslan.

Anúncios