O grupo Realidade Paralela (Vanessa Longoni, Angelo Primon, Luke Faro e Marcelo Corsetti), depois do lançamento de seu álbum homônimo aqui em Porto Alegre, apresentou dia 8 de novembro toda a originalidade de suas músicas para o Rio de Janeiro, no SESC Jacarepaguá, rendendo ótimos comentários, como podemos ver AQUI.

Mas, como já comentamos em vários posts aqui no blog, os artistas que integram o grupo possuem trajetórias musicais “paralelas”, como é o caso de Vanessa Longoni, com seu show e álbum A Mulher de Oslo e a participação no espetáculo Mulheres da Banda (com Renata Adegas, Andréa Cavalheiro e Marisa Rotenberg, acompanhadas da Banda Municipal de Porto Alegre) e Luke Faro, como baterista do Xquinas e da The Hard Working Band.

Já Marcelo Corsetti e Angelo Primon, instrumentistas reconhecidos e premiados pelos seus trabalhos no Xquinas e no álbum Mosaico, respectivamente, além de atualmente serem a base “Terratrônix” do Realidade Paralela estão promovendo um encontro musical que faz brilhar o olho de quem aprecia o que há de melhor na música instrumental. Ao lado deles, formando uma “Trinca” imbatível na combinação guitarra/violão/acordeón, está Matheus Kleber, acordeonista também integrante do Xquinas e que acompanha vários músicos, como o próprio Primon  nas apresentações do Mosaico e Richard Serraria, no show Vila Brasil, além de ter participado, no piano, na gravação do EP Saga, de Filipe Catto.

A primeira reunião do trio aconteceu em setembro no Teatro Renascença, no projeto Sons da Cidade, na qual Corsetti, Primon e Kleber apresentaram em um só fôlego temas instrumentais que passaram por composições do Xquinas, de Primon e até de Villa-Lobos. Para quem perdeu aquela oportunidade, os três instrumentistas resolveram montar um encontro nomeado A Trinca, performance que será apresentada dias 27, 28 e 29 deste mês de novembro no teatro do Instituto Cultural Brasileiro Norte-Americano. Esta é uma imperdível oportunidade para rever a qualidade da música do trio ou para quem (não sabe o que está perdendo) ainda não conhece os três instrumentistas. Portanto, confiram no cartaz abaixo o serviço do show e estejam lá no Cultural (que já é referência  na apresentação da música feita aqui em Porto Alegre) em pelo menos uma das apresentações do trio.

Saudações musicais!

Anúncios