A cantautora uruguaya Ana Prada acaba de lançar seu segundo álbum, Soy pecadora (2009), que promete ser mais um exemplo da belíssima música feita  por Ana, que apresentou suas primeiras composições no álbum de estréia Soy sola (2006), sobre o qual comentarei neste post.

Créditos da foto: Matilde Campodonico

Composto por 14 faixas, Soy sola é um ótimo exemplo da mescla entre canções urbanas e ritmos ligados ao mundo rural. Chacareras, zambas, milongas e valsas dão concretude às músicas belas, agradáveis e com ótimos arranjos apresentadas neste disco. Além disso, um ponto forte são as letras, que transitam com beleza poética entre os temas do amor, da infância, da despedida e da paisagem rural.

Soy sola (2006)

Com atuação bastante expressiva na cena musical uruguaia, Ana integra o grupo vocal La Otra e já fez parceria com músicos do quilate de Ruben Rada, Fernando Cabrera e com os irmãos Jorge e Daniel Drexler (dos quais é prima), além de cantar ao lado da argentina Liliana Herrero. Neste ano, aqui em Porto Alegre, dividiu o palco com Vitor Ramil, Daniel Drexler e Marcelo Delacroix no show POA-Montevideo Sin Fronteras.

Das 14 músicas do álbum, 12 são composições próprias ou parcerias de Ana, como Tentempié (no primeiro vídeo abaixo, interpretada ao lado do excelente Kevin Johansen) e entre as duas composições de outros autores temos Dulzura distante, letra e música de Fernando Cabrera (que divide os vocais com a cantora no segundo vídeo abaixo).

Os arranjos das canções do álbum (produzido por Carlos Casacuberta) são abrilhantados pela partcipação de ótimos instrumentistas, como Horácio Di Yorio (piano), Ariel Hassán (acordeón) e Nicolás (guitarra elétrica) e Martin Ibarburu (percussão).

Soy sola, portanto,  é um belíssimo exemplo da  atual música uruguaia e desta recente geração de cantautores que dialogam muito bem com a tradição folclórica latino-americana sem deixar de inovar e dialogar com o que há de melhor na música urbana e contemporânea.

Enquanto esperamos o segundo álbum de Ana, nos despedimos com um vídeo de Soy pecadora (com a participação da espanhola Queyi na melódica), música título do novo trabalho, cuja capa é a bela  imagem reproduzida abaixo.

Saudações musicais!

Soy pecadora (2009)
Anúncios