Há exatamente um ano, após o show de Geraldo Flach e Luciah Helena no Foyer do Teatro do Bourbon Country, meu amigo Chico Cougo convenceu-me a criar um blog, destinado a comentar um pouco a cena musical de Porto Alegre, já que este assunto era recorrente nas nossas conversas e o meu interesse nele era muito grande.

Cheguei em casa, acessei o WordPress, escolhi um dos layouts disponíveis e fiquei empolgado com a idéia de poder compartilhar, mesmo que só com a tela do computador (numa hipótese bem pessimista), meus singelos conhecimentos sobre diversos artistas da música brasileira, especialmente aquela feita em Porto Alegre.

No entanto, felizmente, a referida hipótese pessimista não se concretizou, sendo que neste primeiro ano de vida o Música Esparsa recebeu mais de 14 mil visitas, sendo que a maioria esmagadora delas chegaram até esse espaço virtual procurando justamente assuntos tratados aqui (nomes de artistas, álbuns e músicas) e não através das famosas “googladas” aleatórias.

Ao longo desse ano, vários artistas e leitores deixaram aqui seus comentários e brindaram este blogueiro com suas sugestões, elogios, idéias e, em alguns casos, com suas agradáveis companhias. Assim, a virtualidade inicial dos meus comentários tornaram-se momentos reais de verdadeiro deleite em relação à música e às pessoas envolvidas e apaixonadas por ela.

Desde o início do blog, muitas coisas mudaram. Além da cena musical de Porto Alegre, comecei a comentar sobre artistas de outros lugares do Brasil e sobre intérpretes e compositores de Tango no passado e no presente. Além disso, diversos artistas gentilmente aceitaram ser entrevistados e criei a seção Conversa Esparsa em outubro, que já conta com 5 edições. Mas as mudanças não vão parar por aí, aguardem que em breve outras novidades surgirão aqui no Música Esparsa.

Diferente de muitos comentários que afirmam, após o aniversário de um ano de alguma empreitada, que o tempo passou muito rápido, a minha impressão é outra. Gostei tanto de dedicar parte do meu tempo na criação e manutenção do blog que é dificil imaginar a minha vida antes dele e, por isso, parece que o Música Esparsa existe há muito mais tempo. Escrever aqui me ajudou a superar a angústia desses tempos acelerados, contribuindo para “atrasar meus ponteiros”. E, quando alguém visita essa página e sai mais feliz, conhecendo coisas novas ou admirando mais ainda os artistas que já conhecia, pronto, esta situação “põe um rastilho no meu peito”. No final, isto tudo é resultado do amor com o qual se faz o Música Esparsa e que é a causa dos sentimentos citados acima e cantados por Cristina Branco no vídeo abaixo.

Por último, como não posso agradecer a todos os que me apoiaram de alguma forma nessa empreitada (já que são muitos), dedico essa postagem a duas pessoas que foram importantes na manutenção e aprimoramento constantes desse blog: o historiador Chico Cougo e o guitarrista Marcelo Corsetti.

Saudações musicais!

Anúncios