Em tempos de Soledad Villamil (que encanta seus fãs tanto no cinema quanto nos seus discos de tango), é importante lembrar que a dupla jornada de atriz e cantora já teve outras grandes e maravilhosas representantes na Argentina.

Um ótimo exemplo é Virginia Luque, nascida Violeta Mabel Domínguez em 1927. Principalmente nas décadas de 1940 e 1950, Virginia atuou em diversos filmes que tematizaram o universo tanguero, como La historia del tango (Manuel Romero, 1949) e Del cuplé al tango (Julio Saraceni, 1958), sendo que uma das suas mais recentes aparições está no dvd do cultuado Café de los Maestros (2008).

Virginia, que foi incentivada a cantar tangos pelo grande Francisco Canaro, gravou belíssimos álbuns interpretando temas de Carlos Gardel e Enrique Discépolo. Deste último, vocês podem conferir no vídeo abaixo a formidável interpretação da cantora para Desencanto.

Saudações musicais!

Anúncios