Na minha opinião, o argentino Pedro Aznar é um dos melhores músicos da atualidade. Baixista consagrado desde o final dos anos 1970 como integrante da fantástica banda Serú Girán e convidado em apresentações do Pat Metheny Group, Aznar possui uma carreira de compositor e intérprete invejável e de rara qualidade.

Ano passado, o artista lançou um DVD ao vivo do seu excelente álbum Quebrado (2008), um disco duplo formado por canções próprias e versões inspiradíssimas de gente como Charly García, Sting, Nick Drake, entre outros. Preciosidades como Nocturno Suburbano (no vídeo abaixo) fazem parte do repertório.

Neste ano, expandindo a proposta de espalhar ótimas versões de músicas de artistas consagrados, Pedro lançou o disco A Solas Con El Mundo, que inclui 10 releituras de compositores como Violeta Parra, Joni Mitchell, Cuchi Leguizamón, Andrés Calamaro, entre outros.

Gravado em alta definição, o álbum é formado por canções captadas em 5 shows especiais do artista, que buscaram valorizar um aspecto mais intimista das intepretações.

Para matar a curiosidade, confiram a versão emocionante de While my guitar gently weeps (George Harrison).

Saudações musicais!

 

 

Anúncios