Demorou um pouco, mas agora é oficial: está aberta a temporada 2011 do Música Esparsa. Apesar das mudanças que ocorrerão neste espaço a partir de agora (que serão anunciadas na postagem de aniversário), o primeiro texto deste ano tem o mesmo teor da primeira postagem de 2010: lamentar que já faz um ano que a cantora Lhasa de Sela deixou órfãos seus admiradores.

É claro que esse sentimento de orfandade é consideravelmente diminuído quando escutamos rotineiramente sua obra curta (3 discos), porém intensa, diversificada e (na minha opinião) brilhante. No entanto, ainda não é fácil digerir a idéia de que não teremos mais as fantásticas surpresas trazidas até nós por cada música nova.

No último dia 31 de dezembro, foi lançada uma linda homenagem à artista, uma canção intitulada Snow days for Lhasa, que vocês podem escutar aqui, da autoria de Esmerine e Patrick Watson.

Para quem ainda não conhece a história e a arte desta marvilhosa cantora indico que visitem o site dela e uma postagem que fiz em 2009. E como uma prova da sensibilidade desta artista, confiram abaixo uma bonita e interessante fala dela (baseada em uma história paterna) sobre nascimento e morte e uma interpretação para a canção I’m going in (registrada no álbum Lhasa, de 2009) em um show em Toronto (Canadá), no ano de 2006. Reparem na emoção dela, do público e mesmo na de vocês quando entenderem a letra da canção (que reproduzo abaixo do vídeo).

Saudações musicais!

I’m Going In

When my lifetime had just ended
And my death had just begun
I told you I’d never leave you
But I knew this day would come
Give me blood for my blood wedding
I am ready to be born
I feel new
As if this body were the first I’d ever worn
I need straw for the straw fire
I need hard earth for the plow
Don’t ask me to reconsider
I am ready to go now
I’m going in I’m going in
This is how it starts
I can see in so far
But afterwards we always forget
Who we are
I’m going in I’m going in
I can stand the pain
And the blinding heat
‘Cause I won’t remember you
The next time we meet
You’ll be making the arrangements
You’ll be trying to set me free
Not a moment for the meeting
I’ll be busy as a bee
You’ll be talking to me
But I just won’t understand
I’ll be falling by the wayside
You’ll be holding out your hand
Don’t you tempt me with perfection
I have other things to do
I didn’t burrow this far in
Just to come right back to you
I’m going in I’m going in
I have never been so ugly
I have never been so slow
These prison walls get closer now
The further in I go
I’m going in I’m going in
I like to see you from a distance
And just barely believe
And think that
Even lost and blind
I still invented love
I’m going in
I’m going in
I’m going in

 

Anúncios