Emocionante demais o espetáculo proporcionado pelo músico argentino Pedro Aznar no 6ª Festival de Inverno de Porto Alegre. O palco do Teatro do Bourbon Country viu a apresentação de um artista completo: excelente intérprete e exímio instrumentista (entre guitarra, baixo, violão e escaleta).

O formato do show de seu último álbum A solas con el mundo (2010), com Pedro solitário com seus instrumentos, mas expressando uma multidão de sonoridades, foi realizado na capital gaúcha muito semelhante às apresentações ao vivo das quais foram feitas as gravações do cd, com exceção da participação, nesta noite, do cantor e compositor Antonio Villeroy em algumas músicas.

Além do repertório do álbum mais recente, Aznar tocou ótimas canções do cd duplo anterior Quebrado (2008), como a faixa-título, Fugu, Lina de luto e a fantástica versão de Los Hermanos (Atahualpa Yupanqui). Mas o repertório do show não só não parou por aí como incluiu preciosidades de Joni Mitchell, Violeta Parra, Chico César e Gustavo “Cuchi” Leguisamón, como a extraordinária Si llega a  ser tucumana (no vídeo abaixo).

Entre canções que expressam a qualidade incrível de Pedro Aznar como compositor e temas da música folclórica latino-americana, do rock internacional e de músicos brasileiros, todos eles em versões magistrais do argentino fizeram uma mágica acolhida aos ouvidos e emoções de quem assistiu esse espetáculo sensacional de um músico que precisa cada vez mais ter sua arte conhecida por estas plagas. Para finalizar, escutem abaixo a primeira música do bis desta noite, a versão extasiante e inexplicável de While my guitar gently weeps (George Harrison).

Saudações musicais!

Anúncios