Para além dos discos já lançados pelo cantor e compositor Arthur Nogueira, costumo acompanhar as atualizações de seu blog música para ler, que traz esporadicamente alguns belos poemas garimpados pelo artista e que inspiram relações diretas ou indiretas entre música e poesia.

Mas se naquele espaço virtual a dita relação pode ser vista como um esboço, no compacto Entremargens, lançado há pouco tempo, Arthur demonstra a riqueza inesgotável e latente da combinação entre os sons e as palavras.

entremargens

Neste projeto (que pode ser baixado aqui), os poetas Dand M e Antonio Cicero servem como referência para a intervenção musical de Arthur, que interpreta os poemas Preciso CantarAntigo Verão (Embarque para Citera).

Em Preciso Cantar, o poeta percorre os labirintos da arte que está entranhada no indivíduo e na sua sensibilidade, sendo que, neste caso, o “cantar” transcende até mesmo a existência e a liberdade. Do mesmo modo que o poetizar parece ter tomado conta de Dand M quando de uma determinada experiência sensível ao ver o próprio Arthur Nogueira no palco. O poema, vertido para canção, tornou-se uma música de densidade e beleza incomparáveis, aprimoradas no vídeo feito especialmente para a divulgação do compacto.

PRECISO CANTAR (ARTHUR NOGUEIRA/DAND M)

Se na canção anterior as margens entre a vida e a arte são exploradas, em Antigo Verão Antonio Cicero traduz cenas da vida cotidiana em um poema com várias referências. No encarte de Entremargens, o próprio poeta declara sua inspiração na poesia de Salvatore Quasimodo e na pintura de Jean-Antoine Watteau, Embarquement pour Cythère (1709-10) [vocês podem conferir ela em detalhes no Google Art Project aqui]. Assim, das margens entre diversas expressões artísticas surge mais um desdobramento: a transformação do poema em bela canção e em inspirado videoclipe, como vocês podem apreciar abaixo.

ANTIGO VERÃO (ARTHUR NOGUEIRA/ANTONIO CICERO)

Para finalizar, não posso deixar de considerar que “entre as margens” da arte de Arthur Nogueira existem muito mais sutilezas que esse comentário tenta esboçar e que para interagir com elas basta retornar um pouco no texto e escutar novamente as canções.

Saudações musicais!

 

Anúncios