Quando comecei a escrever nesse espaço virtual nos últimos dias de janeiro de 2009 não imaginava as belas surpresas que eu teria convivendo  e dialogando com artistas e interessados em música de diferentes idades, estilos e lugares.

Nunca tive a pretensão de tornar o “Música Esparsa” mais do que ele é, ou seja, um singelo conjunto de escritos sobre criações musicais produzido por alguém que não é músico, nem jornalista cultural e muito menos crítico musical. No início dessa empreitada eu tinha apenas um objetivo muito claro: divulgar a agenda de shows de alguns artistas independentes que se apresentavam em Porto Alegre e, na medida do possível, comentar sobre as apresentações com o intuito de estimular um ou outro leitor/ouvinte que aparecesse por aqui a prestigiar a cena autoral e independente da música da capital gaúcha.

Blog

Mas a própria beleza das criações musicais sobre as quais voltei minha atenção e a generosidade e competência de diversos artistas fizeram com que aquele objetivo inicial acabasse se desdobrando em diferentes caminhos. Assim, começaram a aparecer textos de diferentes características aqui no blog, entrevistas, resenhas de discos, histórias de canções, músicas de outros lugares do Brasil e do Mundo (e não só de Porto Alegre). Ao mesmo tempo, se não atualizava o blog com tanta frequência, pois não faço disso meu ofício, consegui levar uma parte das músicas e dos artistas que por aqui são apresentados nos lugares onde lecionei nos últimos tempos, tornando esse contato com a arte muito mais estimulante e verdadeiramente eficaz como forma de, modestamente, despertar e estimular a atenção de quem eu convivia para a produção musical independente e autoral.

A partir de agora, aos poucos, o blog vai ser alterado para consolidar aspectos que deram certo tanto aqui no espaço virtual quanto na prática da relação entre música e educação. Portanto, esperem mudanças significativas em breve! Por enquanto, apenas o layout está de cara nova, com a ajuda imprescindível do amigo Chico Cougo, do Memórias do Chico, incentivador de primeira hora do Música Esparsa e companheiro de reflexões sobre a blogosfera e sobre o mundo musical nestes 5 anos.

Antes de finalizar, é preciso dizer que o blog repetirá a promoção feita no ano passado, sorteando entre os leitores/ouvintes do Música Esparsa alguns discos que foram temas de postagens no ano que passou, entre eles: Xaxados e Perdidos (Simone Rasslan), Milongador (Giancarlo Borba), Aión (Marcelo Fruet & Os Cozinheiros), Versos dobrados (Rodrigo Panassolo), Minha confusão (Leo Aprato) e Vermelhos e demais matizes (Gisele De Santi).

Para concorrer aos discos, basta comentar abaixo NESSA POSTAGEM (escrevendo como conheceu o blog e citando seu post favorito) e curtindo a página do Música Esparsa no Facebook. Para quem participou ano passado e já fez esse ritual a condição é escrever também nessa postagem sugerindo um artista da cena autoral e independente que deveria aparecer por aqui.

Saudações musicais!

Anúncios