Em 2017, enquanto o Música Esparsa vivia seu nono ano de vida, as ideias por trás do blog e da divulgação da música independente continuaram rendendo frutos além do mundo virtual.

Há alguns anos, a luta diária de espalhar um pouco da riqueza da música independente feita principalmente no Brasil e nos países platinos não se restringe mais apenas às postagens, mas tem se transformado em ações concretas de proporcionar experiências musicais ao vivo com os artistas que comentamos aqui na página.

O principal local onde desenvolvo estas atividades são justamente os locais de trabalho pelos quais passei e que, atualmente, se resume ao Instituto Federal Catarinense – Campus São Francisco do Sul. O público escolar e a relação entre música independente e educação básica ainda precisam ser melhor explorados, pois são grandes referências tanto para a ampliação da visibilidade da arte independente quanto para a multiplicação de experiências culturais que transcendam a padronização e a massificação da indústria do entretenimento.

Quem quiser saber um pouco mais dessas possibilidades e colaborar com essa iniciativa basta enviar um e-mail para icarohistoria@gmail.com.

Saudações musicais!

Abaixo, a lista das principais atividades realizadas pelo Música Esparsa no ano passado:

CASADOIS

O duo formado por Carmen Correa e Gabriel Sá fizeram uma apresentação empolgante de seus trabalhos autorais, principalmente do disco Do Outro Lado (Carmen, 2016) e de releituras que formam o repertório desse projeto que hoje está circulando por cidades paulistas. Alem disso, os artistas conversaram com o público a respeito da carreira artística e seus desafios.

NICOLÁS CIOCCHINI

O músico argentino, em sua segunda turnê no Brasil, apresentou um excelente concerto didático sobre a música platina, especialmente a milonga e o tango. No repertório, alguns dos temas registrados pelo intérprete em seus dois discos: Viola Mia e 11 Derivas.

NAPKIN

A banda de Joinville (na foto acima), que fez o show de abertura da V Feira de Ensino, Pesquisa e Extensão (FEPEX) apresentou as canções de seu EP?OK! com energia contagiante e grande performance, mostrando o que é possível fazer com o pop e o rock criados com competência e habilidade. O primeiro que publicar no Facebook esta postagem e marcar a página do blog, leva de barbada o EP da banda.

DANDARA MANOELA

A vencedora do Prêmio Catarinense de Música de 2017 na categoria de melhor cantora, Dandara apresentou seu show Retrato Falado, formado por composições de grande força poética e de luta por um mundo mais justo. A apresentação fez parte da programação da Semana da Consciência Negra no campus.

Anúncios